Para você do Druidismo, Neodruidismo ou Wicca festejar seu Dezembro!

Posted in Aonde estão os Celtas?, Celtismo, Derruba esta Roma!, Fratria on 01/12/2017 by Briogáledon

Três Belas imagens para você festejar seu DEZEMBRO de modo cosmopolita e estimular a Tolerância Religiosa!

Corrigido: “Ortodoxo” Armeno

 

 

 

 

Anúncios

Somos ORGANIZAÇÃO COMUNITÁRIA!

Posted in Fratria on 22/11/2017 by Briogáledon

Para quem sugeriu à página ORGANIZAÇÃO POLÍTICA, favor consultar sobre Celtas e Iberos e verificar que são ETNIAS e não ideologias.

Favor também verificar em nosso Blog Comunitário Briogáledon em Celtismo, que não temos preferência partidária, nessa seção encontrando-se não apenas 3 postagens de movimentos diferentes, como 2 referentes a partidos Celtas opostos no mesmo país, como o Fine Gael que está divulgado como também o Sinn Fein, além do Ceivar que tem tendências diferenciadas, e assim estarão divulgados outros movimentos políticos Celtas e Iberos diversos, quando quisermos, não temos propriamente uma meta disso, são apenas curiosidade, mas que para Celtas já demonstram que não temos vinculações partidárias, se a sugestão se referir a partidos brasileiros, menos ainda!

Os membros da comunidade, que não se restringem a seus gerenciadores, administradores, editores, nem mesmo aos diretores da ONG ainda sendo articulada, podem ser de quaisquer ideologias permissíveis perante as Leis do Brasil, lembrando aos Extremistas de Direita que porventura possam acompanhar nossa página por algum motivo obtuso pois deixamos clara nossa vinculação à Concepção Haplogrúpica da Eupedia que demonstra Celtas como um povo antigo mas multiétnico além das Descobertas do Trinity College de Dublin que deixam claras as origens ibéricas dos Celtas que enfim no Brasil segundo a Lei Federal 9.459/97 o nazismo é crime e com certeza absoluta iremos denunciar a Ministério Público Federal se algum nazista “fedazunha” vier nos encher a paciência,  e a propósito infelizmente as brechas legais no Brasil não nos permitem impedir a filiação de pessoas com vosso extremismo fundamentalista idiota, mas avisamos desde já que um escritório advocatício Cível e Penal foi pago para colocar “armadilhas jurídicas” no estatuto que dificultem a infestação pestilenta do nazi-fascismo em nossa futura ONG!

Atenciosamente,

A ORGANIZAÇÃO COMUNITÁRIA!

Aonde Estão os Celtas: Arte Celta!

Posted in Aonde estão os Celtas? on 19/11/2017 by Briogáledon

E aqui um pouco das Artes dos povos de ascendência Celta!

Irish Dance Group: dança Celta Irlandesa

Dança Celta Irlandesa de rua, no torneio Fleadh Cheoi, em Ennis

Dança Celta Galesa

Dança Celta da etnia Mirandesa, parcialmente céltico-descendente

3 modos de se fazer a TRANÇA CELTA em seu cabelo!

Como fazer um Círculo Celta de Kells

Como desenhar uma Triqueta/ Triquetra/ Triskel

Escultura Celta em Argila

Dança da Etnia Celta Bretã (Breizh)

Gaitas de Fole em Tradição Celta Galega

A tradicional Scotland The Brave tocada na Tradição de Gaita dos Celtas Escoceses

Arte Celta de Forja de Ferro

Forjando uma Espada “Falcata” Celta

Aonde Estão os Celtas: Música Celta!

Posted in Aonde estão os Celtas?, Cultura e História, Música on 30/09/2017 by Briogáledon

E aqui, banda especificamente de música Celta em diversas subetnias!

Mais Clanadonia, para dar uma força ao legítimo batuque Celta de rua!

Déanta é uma banda irlandesa (os Irlandeses tem 81% de R1b Celta/Tocariano, 6% apenas de Nórdico/Viking e 5% de proto-celta germânico Hallstatt, sendo comprovadamente descendentes de povos Galaicos/Galegos e Bascos, The Longue Durée of Genetic Ancestry: Multiple Genetic Marker Systems and Celtic Origins on the Atlantic Facade of Europe ) 

 

Luar na Lubre é uma banda Galega, e a música aqui cantada é a Lendária Canção, aqui cantada em galego, que o druida Amergin teria usado para proteger os Milesianos, netos de Breogán, na primeira invasão da Irlanda pelos Galaicos, segundo o Leabhar Gábhala Eireann.  Segundo a Eupedia: 57% da Galiza é R1b Celta/Tocariano, 2% de proto-celta Germânico/ Hallstatt, e vamos a 59% de Celtas. E ainda há 3.5% de Iberos e Danúbios, povos do Paleolítico que sobreviveram às invasões romanas. Cerca de 10.5% se referem aos E1b1b/ Tuaregues do Neolítico, e 4% de G Romano Greco-Anatólio somados aos 10.5 de J2 Romano Greco-Anatólio para ver como a romanização teve dificuldades tendo ali no máximo 14.5% quase a mesma quantia de tuaregues que lá já estavam desde o Neolítico, ainda há 5% de Nórdico/Viking, dados de 30/09/2017.

Celtic Woman, banda irlandesa.

Enya, uma das cantoras de música New Age mais famosas do mundo é irlandesa e identifica sua música à Celta.

Connie Dover é uma cantora americana de raízes Celtas, aqui cantando a Ubi Caritas, tradicional música do Cristianismo Celta Irlandês.

Capercaillie é uma banda escocesa de música Celta.

Tannas é uma banda escocesa.

 

Mais Celtas na música em outra postagem!

Fonte Haplogrúpica: http://www.eupedia.com/europe/european_y-dna_haplogroups.shtml (30/09/2017)

Aonde estão os Celtas?

Posted in Aonde estão os Celtas?, Cultura e História, Música on 30/09/2017 by Briogáledon

Para o blog não ficar sem postagens, por longos períodos, e a comunidade ficar mais musicada, foi criada esta nova categoria e vinculada a Música dentro de Cultura, para a sociedade circundante se conscientizar de que os Celtas existem mesmo!

Partindo do pressuposto muito sabido de que escocês é predominantemente celta (72.5% de R1b Celta/Tocariano e só 9% de nórdico segundo Eupedia), então pela Lógica Linear, Celtas, além do fato identitário amplamente encontrado de que diversos são os grupos ali que se identificam como de raízes Celtas, então, podemos listar e divulgar como Celtas em raízes sejam genéticas ou sejam ainda mais culturais, nos traços das letras das canções, ou nalgo de sua sonoridade, as bandas Escocesas!

Altered Sky é uma banda escocesa de Indie

The Bagpipe Rock Band é um projeto Escocês de Rock com Gaitas de Fole, só na Escócia! Bom talvez os irlandeses tenham a ideia também!

Clanadonia é uma banda de rua tradicionalmente Celta que há quem os identifique aos Pictos!

E para você não ficar só nesses Youtubes e poder ir além, cópia e cola da Wikipédia:

List of Scottish musicians

From Wikipedia, the free encyclopedia

This article is part of the List of Scots series

List of Scottish musicians is a list of notable Scottish musicians; please see Scottish composers for classical writers.

A[edit]

B[edit]

C[edit]

D[edit]

E[edit]

F[edit]

G[edit]

H[edit]

Calvin Harris

I[edit]

J[edit]

K[edit]

L[edit]

M[edit]

N[edit]

O[edit]

P[edit]

Q[edit]

R[edit]

S[edit]

T[edit]

U[edit]

V[edit]

W[edit]

X[edit]

Y[edit]

Z[edit]

Category:Scottish rock music groups

From Wikipedia, the free encyclopedia

Subcategories

This category has the following 10 subcategories, out of 10 total.

Pages in category “Scottish rock music groups”

The following 142 pages are in this category, out of 142 total. This list may not reflect recent changes (learn more).

Category:Scottish indie rock groups

From Wikipedia, the free encyclopedia

Pages in category “Scottish indie rock groups”

The following 85 pages are in this category, out of 85 total. This list may not reflect recent changes (learn more).

0–9

Y

Category:Scottish indie rock groups

From Wikipedia, the free encyclopedia

Pages in category “Scottish indie rock groups”

The following 85 pages are in this category, out of 85 total. This list may not reflect recent changes (learn more).

0–9

Category:Scottish heavy metal musical groups

From Wikipedia, the free encyclopedia

Subcategories

This category has the following 4 subcategories, out of 4 total.

Pages in category “Scottish heavy metal musical groups”

The following 8 pages are in this category, out of 8 total. This list may not reflect recent changes (learn more).

Category:Scottish hard rock musical groups

From Wikipedia, the free encyclopedia

Pages in category “Scottish hard rock musical groups”

The following 7 pages are in this category, out of 7 total. This list may not reflect recent changes (learn more).

E por aí vai ….

Spam? Nós achamos que é spam!

Posted in Fratria, Imprensa, Nova Lima on 30/09/2017 by Briogáledon

O que você acha?

Spam?

Parece spam…

 

spam

O que eu mandaria no Sarahah das Feiras Medievais!

Posted in Boicotes (Baghcat), Campanhas Sociais (Slógadh), Celtismo, Derruba esta Roma!, Fratria, Protestos ( Agóidí ) on 10/08/2017 by Gustavo Augusto Bardo

Seguem algumas críticas construtivas com base na adoção de um Ressurgir Identitário Celta e Íbero e com base na Integração Ativista a Lutas Identitárias de outras Minorias.

Falo por mim, embora acredite que muitos compartirão das minhas concepções.

Críticas Históricas:

Pergunta Crítica Irônica: _ Vai ter evento exaltando o Império Romano Escravista e o Período Colonial Escravista também? Porque exaltar períodos históricos não é exaltar somente suas partes supostamente “boas” _ o que depende do referencial Antropológico_ mas exaltar todo um conjunto de acontecimentos que incluem muitas passagens nefastas, as quais aliás foram bastante comuns na Idade Média como:

  • prima nocte (direito do nobre local ter a primeira noite de núpcias com a noiva do camponês ou vassalo local, o que nós entendemos hoje como crime de estupro);
  • Cruzadas, o historiador Amin Malouf retrata em As Cruzadas Vistas pelos Árabes um massacre em que os franj como eram chamados os Cruzados no mundo árabe, dizimaram em três dias cerca de cem mil civis na cidade de Antióquia, em 11 de dezembro de 1098. As Cruzadas serão exaltadas?
  • Santa Inquisição, será exaltada? Leia o Wiki marcado antes de pensar em exaltar essa fase da sofisticação do que hoje concebemos como crime de tortura;
  • A perseguição aos Cátaros será exaltada? Leia o Wiki marcado antes de pensar em exaltar essa fase da sofisticação do que hoje concebemos como preconceito religioso;
  • A perseguição aos Judeus será exaltada? Leia o Wiki marcado antes de pensar em exaltar essa fase da sofisticação do que hoje concebemos como preconceito religioso e racismo;
  • A perseguição às Bruxas (o que aliás é conteúdo de interesse étnico Celta) será exaltada? Leia o Wiki marcado antes de pensar em exaltar essa fase da sofisticação do que hoje concebemos como preconceito religioso;
  • O Malleus Maleficarum, manual da Tortura da Baixa Idade Média, será exaltado? Leia o Wiki marcado antes de pensar em exaltar essa fase da sofisticação do que hoje concebemos como preconceito religioso e crime de tortura;
  • O servilismo feudal, um dos regimes de trabalho análogos à escravidão, será exaltado? Leia o Wiki marcado antes de pensar em exaltar essa fase da sofisticação do que hoje concebemos como crime de trabalho compulsório;
  • Haverá exaltação da Peste Bubônica com recomendações de falta de higiene? Isso foi um dos episódios mais marcantes da Idade Média Europeia!
  • Haverão Fogueiras de Inquisição e Execuções em Patíbulos? Consta que eram parte do “entretenimento” medieval;

Críticas a Anacronismos:

Etnias que também devem fazer parte de uma boa Feira Medieval:

  • Árabes, Persas, Mouros, Bérberes e Turcos, pois a Expansão do Islam, se deu inclusive em terras europeias, na Idade Média, e tiveram marcante influência na Arquitetura Ibérica principalmente, além das contribuições da Medicina de Avicena (Ibn Sina) que foram essenciais para evitar a proliferação de doenças como própria Peste Bubônica, ao menos no mundo islamizado, de modo que um evento medieval em um país ibero-descendente não pode se furtar a tê-los representados;
  • Chineses, inclusive por suas inovações tecnológicas: os chineses tinham um lança-chamas em forma de dragão com um sistema de pistão que poderia ter gerado uma revolução industrial no Oriente se eles tivessem tido a ideia do motor; os chineses inventaram a pólvora e tiveram a brilhante ideia de prender um fogo de artifício em uma flecha, e com lançadeiras de várias disso se tornaram os precursores dos lança-mísseis já na Idade Média e invadiram a Coreia com isso! Para saber mais veja: Jiao-Yu, Cho-ko-nu, Canhão de Mão, ou leia o Huolongjing;
  • Japoneses e outros povos asiáticos: foi justamente na Alta Idade Média, que o Japão adotou o Sistema Imperial;
  • Povos Amérindios, afinal entre as Civilizações Pré-Colombianas por exemplo, é justamente na Idade Média Central, que surge a pujança da Civilização Maia, e além dos Toltecas construindo em 1300 D.C a cidade de Tula, uma das mais magníficas cidades da época, entre muitas outras civilizações, e também importante destacar os astecas e Tenochtitlán, cidade fundada em 1325, e que quando os espanhóis chegaram já no início da Idade Moderna, tinha cerca de 300 mil habitantes contra os 60 a 90 mil habitantes da cidade de Paris;
  • Povos Africanos, também precisam ser representados visto terem na Idade Média surgido reinos e impérios na África como o Reino de Mali, ou o Império de Gana, ou o Império de Axum, entre outras civilizações;
  • E embora eu não tenha um conhecimento profundo sobre as Etnias Aborígenes Oceânicas, tanto as polinésias, melanésias e micronésias quanto as australóides e papuas, ou os maoris, é certo que muitas já existiam na Idade Média, e seria interessante serem representadas também.

Crítica Antropológica

Não tenho nada contra Feiras ou Festas Medievais ou de quaisquer períodos cronológicos históricos, ou de quaisquer épocas, mas é pertinente que não sejam exaltadas e sim abordadas do ponto de vista crítico para que suas mazelas, muitas ainda presentes nas mentalidades contemporâneas, não sejam legitimadas como certas em detrimento das críticas sofridas ao longo de suas próprias histórias, bem como que sejam abordadas com a multiculturalidade que de fato tiveram, apesar das opressões e preconceitos das épocas, para que esses preconceitos não se repitam aos dias de hoje.

 

 

 

Aderindo a REDE SOCIAL DO WORDPRESS: Temos botão SEGUIR

Posted in Imprensa on 04/08/2017 by Briogáledon

Agora além de nos seguir por email e por Facebook,  você também pode optar por seguir pelo WordPress, e aproveitar e seguir outros blogs no novo Feed Social da maior rede de blogs Livres do mundo.

Outra opção é nos seguir por email no campo abaixo.

Título do teste: Qual imortal do Sìdhe, Mundo Paralelo Celta, anda te protegendo?

Posted in Cultura e História on 02/08/2017 by Gustavo Augusto Bardo

Clique na imagem ou clique aqui

Textos do Oráculo

Ainé de Knockaine, a Rainha das Fadas! Deusa-fada do amor, fertilidade. Pequena mulher de olhos claros e cabelos longos dourados como o sol. Ajuda os viajantes da floresta, que a invocam quando estão perdidos, batendo três vezes numa árvore de flores brancas.

Angus Mac Oc, cujo nome significa O Filho Mais Jovem, era filho de Dagda e Boann e fazia parte dos Tuatha de Dannan. Também é conhecido por Aengus ou Oengus e era, para os Celtas da Irlanda antiga, um deus da juventude, do amor e da beleza. Possui uma harpa dourada que produz uma música de irresistível doçura e diz-se que os seus beijos se transformam em pássaros que transportam as mensagens de amor.

O Apalpador, Apalpa-Barrigas ou Pandigueiro é a figura mítica de um gigante carvoeiro que, segundo a tradição do Natal galego, e que desce, segundo as tradições, nas noites de 25 de Dezembro ou de 31 de dezembro para tocar a barriga dos meninos por ver se comeram bem durante o ano, deixando-lhes um montezinho de castanhas, eventualmente algum presente e desejando-lhes que tenham um ano vindouro cheio de felicidade e de alimento.

Brigantia é uma deusa protetora da tribo dos Brigantes. É uma deusa guerreira!

Na mitologia irlandesa, Badb (/baðβ/ corvo em irlandês antigo; irlandês moderno Badhbh /bəiv/ significando abutre) é uma deusa da guerra que assume a forma de um corvo, e é assim por vezes denominada Badb Catha (corvo de batalha). Frequentemente causa confusão entre os soldados ao fazer a batalha pender para seu lado favorito. A ilha Boa recebeu seu nome por causa desta deusa.

Brígida (também grafada como Brighid, Brigid ou Brigit) é uma deusa celta muito popular na Irlanda. Deusa da Tríplice Chama, pois o fogo alimenta as forjas, esquenta os experimentos dos alquimistas, e incendeia a mente dos poetas. Brígida é filha do deus supremo Dagda e um dos Tuatha Dé Danann. Ela era esposa de Bres, rei dos Tuatha Dé Danann, com quem teve um filho, Ruadán. Donzela, mãe e anciã , é a Mãe Tríplice.

Cerridwen ou Ceridween (lê-se Querríduen) é a deusa dos antigos celtas/galeses. É a versão galesa de Brígida. É comumente associada à Lua e suas fases, pois acreditava-se que a lua era a representação do Sagrado Feminino, a energia que move a Terra, influenciando a agricultura, as colheitas e até a menstruação, gestação e fertilidade feminina, o poder de criação da vida.

Cailleach, também conhecida como Cailleach Bheur, ou Buí na Irlanda, Escócia e na Ilha de Man, sob o nome de Caillagh-ny-Faashag. Aparece como uma mulher muito velha e lamentosa pelo sua velhice. Junto com suas serventes, montadas em cabras pretas – as Cailleachan, Cailleach é a responsável pelas tempestades. Na Ilha de Man, foi conhecida como A Velha dos Feitiços , e possivelmente está relacionada com a feitiçaria.
Você está sendo protegido (a)por uma Elfa em particular que pode estar no Sìdhe ou reencarnada.

Kernunnos, Cernuno (em latim e nos idiomas celtas, Cernunnos) é o nome convencional dado nos estudos celtas às representações do deus com chifres do politeísmo celta. O próprio nome é apenas atestado uma vez, no Pilar dos Barqueiros, do séc**o I, mas as representações de uma figura com chifres, frequentemente sentada em posição de lótus , e frequentemente associada a animais e a manter ou vestir torques, são conhecidas de outras instâncias.

O deus supremo do panteão celta parece ser Dagda. O Dagda é uma figura paternal, protetor da tribo. Contos irlandeses descrevem Dagda como uma figura de força imensa, armado de uma clava e associado a um caldeirão.

A deusa Macha foi adorada na Irlanda mesmo antes da chegada dos celtas. Ela é uma deusa Tríplice associada com Morrigan a deusa da guerra e da morte. É ligada também a Dana no aspecto de fertilidade feminina. O pai era o Aed, o vermelho e a mãe era Ernmas (druida feminina).

Deusa celta da Sensualidade e Senhora das Florestas. Flidas ou
Flidais (ortografia moderna: Fliodhas, Fliodhais) é uma figura feminina na Mitologia Irlandesa, conhecida pelo epíteto Foltchaín ( cabelo lindo ). Acredita-se que seja uma deusa do gado e da fertilidade.

Você está sendo protegido(a) por um Elfo em particular, que pode estar no Sìdhe ou reencarnado.

Você está sendo protegido (a)por uma Elfa em particular que pode estar no Sìdhe ou reencarnada.

Lug (ou Lugh) é um dos mais populares e difundidos deuses celtas. É sempre descrito como um homem jovem, armado de uma lança de arremesso. Realizavam em sua homenagem um festival chamado Lughnasadh.

Morgaine Le Fay, Morgana Le Fay, Morgana das Fadas, Lineanne, Morgaine ou Morgan. Morgaine, Morrígan (Terror ou Rainha Fantasma), Mórrígan (Grande Rainha) ou a Morrígu, Mórríghean, Mór-Ríogain, é uma figura divina da mitologia irlandesa (céltica), embora não seja referida como deusa em alguns textos antigos. Associada à guerra, ao amor, à magia e à morte, forma uma tríade com Macha e Badb Catha, e enquanto Anann é considerada aspecto de Danu.

Nemain, Nimue, Dama do Lago, Fada Viviane, Senhora do Lago, Viviane, Niniane, Vivien, ou Nimueve. Na mitologia irlandesa, Neman ou Nemain (ortografia moderna: Neamhan, Neamhain), Nemain, Como Nemain Uischíi Doimhne é Nemain das Águas Profundas, fada da sabedoria oculta, e dá as espadas aos guerreiros e guerreiras Celtas, pois os Celtas as jogavam em suas águas, ao achar uma espada ancestral, se considerava que era Nemain que a havia revelado.

Danu dos Mares Revoltos. Consorte de Beli, a mais poderosa das deusas celtas, Danu é a Mãe dos Tuatha de Danann. É descrita como tendo três faces ou aspectos. Seu nome aparece em muitos lugares conhecidos. Como o famoso rio Danúbio. Na Antiguidade também era chamada de Dana-na, Danu, Anann e, o mais conhecido, Dannan. Morgana (Mórrigan) é considerada seu aspecto por também ser conhecida como Anann, pelo quê é considerada também mãe de Brigida.

Ogmios (em grego antigo: Ὄγμιος) eé uma divindade gaulesa que Luciano descreve como um homem calvo com um arco e uma clava liderando um bando de homens aparentemente felizes ostentando correntes presas na língua e nas orelhas. Alguns estudiosos encaram isto como uma metáfora para eloqüência, possivelmente relacionadas à práticas dos bardos.

Rhiannon é uma figura importante no Mabinogi, a coleção medieval da história de Galês. Ela aparece principalmente no Primeiro Ramo do Mabinogi. Considerada relacionada a Epona, é uma protetora de cavalos, burros, e mulas. É particularmente uma deusa da fertilidade, como mostrado pelos atributos dela de uma pátera, cornucópia, orelhas de grânulos e a presença de potros em alguma esculturas, sugerindo que a deusa e seus cavalos eram líderes de alma na condução ao além-túmulo.

Ostara está relacionada com festividades que se celebram durante o equinócio de primavera. De seu nome vem Easter (o nome da Páscoa em inglês), e de seu folclore é que vem o coelho da páscoa, lebre em seu mito. É uma deusa da primavera, da ressurreição e renascimento e tem como símbolo a lebre que na lenda coloca ovos. Os celtas que se cristianizaram misturaram seu folclore ao da páscoa dando o aspecto atual.

A Peeira, Fada Portuguesa Protetora dos Lobos é quem te protege no momento!

Scáthach (gaélico escocês: Sgàthach e Eilean Sgitheanach), ou Sgathaich, é uma figura no Ciclo do Ulster da mitologia irlandesa. Ela é uma lendária mulher guerreira escocesa e professora de artes marciais que treina o lendário herói Ulster Cú Chulainn nas artes do combate. Seu fantasma na ilha de Skye treina guerreiros e guerreiras segundo o folclore.

Você está sendo protegido (a)por uma Fada em particular que pode estar no Sìdhe ou reencarnada.

Você está sendo protegido (a) por um Elfo Azul, guerreiro, em particular que pode estar no Sìdhe ou reencarnado.

Você está sendo protegido (a)por uma Elfa Azul, guerreira, em particular que pode estar no Sìdhe ou reencarnada.

Você está sendo protegido (a)por um Dragão em particular que pode estar no Sìdhe ou reencarnado em algum animal.

Publicações Celtas para Baixar no ARKELT

Posted in Acervo Literário on 26/07/2017 by Briogáledon

ARKELT Briogáledon: https://arkelt01briogaledon.wordpress.com/2017/07/26/publicacoes-celtas-para-baixar/

PDF: Folclore, Mitologia e Medicina Natural

Projeto GUTENBERG

Mais publicações no ARKELT

Folk Tales of Brittany by Elsie Masson [1929]

 

Para Acessar:

Folk Tales of Brittany by Elsie Masson [1929]

Um pouquinho sobre:

“Esta seleção de contos folclóricos da Bretanha, por Elsie Masson, vividamente ilustrada por desenhos de caneta e tinta, é uma leitura agradável. Os temas folclóricos habituais com influência celta estão presentes e representativos; humildes camponeses, magia pecuária, castelos encantados, maridos maus, crianças corajosas, amantes malfadados, e fadas complicadas. Especialmente o último. Por alguma razão, as fadas Bretãs parecem ser um mais hostis, na fronteira mais escura do que em outros lugares na região Celta.”

The surnames and place-names of the Isle of Man (1890)

Para Acessar:

The surnames & place-names of the Isle of Man (1890)

Um pouquinho sobre:

The surnames & place-names of the Isle of Man (1890)
Author: Moore, A. W. (Arthur William), 1853-1909
Subject: Names, Geographical; Names, Personal
Publisher: London : E. Stock
Possible copyright status: NOT_IN_COPYRIGHT
Language: English
Digitizing sponsor: National Library of Scotland
Book contributor: National Library of Scotland
Collection: gaelic; nationallibraryofscotland; europeanlibraries
Includes bibliographical references and index
Rights: National Library of Scotland holds full rights in this digital resource and agrees to license the resource under the Creative Commons License: Attribution-Noncommercial-Share Alike 2.5 UK: Scotland

Ward and Lock’s descriptive and pictorial guide to the Isle of Man

 

Para Acessar:

Ward and Lock’s descriptive and pictorial guide to the Isle of Man

Um pouquinho sobre:

Ward & Lock’s descriptive and pictorial guide to the Isle of Man : towns, mountains, glens, waterfalls, legends, romantic associations, and history : how to reach the island, routes, distances, railways, steamboats, fares, hotel and other accommodation (1883)

Author: Ward, Lock and Co
Publisher: London : Ward, Lock, and Co.
Possible copyright status: NOT_IN_COPYRIGHT
Language: English
Digitizing sponsor: National Library of Scotland
Book contributor: National Library of Scotland
Collection: gaelic; nationallibraryofscotland; europeanlibraries
Scanfactors: 2

Geologia da Ilha de Man

 

Para Acessar:

On the Glacial Geology of the Isle of Man (1894)

The geology of the Isle of Man (1903)

Economic geology of the Isle of Man, with special reference to the metalliferous mines

Um pouquinho sobre:

Ilha de Man, Celtas Maneses; Isle of Man, Manish; Geologia, Mineração; Geology, Mining; Reino Unido, United Kingdom.