Archive for the Derruba esta Roma! Category

1ª Consulta Pública sobre Racismo em Turismo Municipal

Posted in Boicotes (Baghcat), Campanhas Sociais (Slógadh), Derruba esta Roma!, Fratria, Imprensa, Nova Lima, Protestos ( Agóidí ) on 01/01/2019 by Briogáledon

Esta consulta pública, tem por objetivo prover ao Ministério Público Federal e/ou Estadual, de opiniões cidadãs, eletronicamente coletadas, facultado ao cidadão e à cidadã a identificação pessoal de modo formal (nome que consta em sistema de registro civil) OU informal (nome incompleto, nickname, alcunha literária, nome profissional, nome identitário cultural, nome religioso, nome de usuário), mas assegurando pelo próprio WordPress a formalização dos dados captados eletrônicos, tais como o IP (Internet Protocol), facultado ao usuário o uso de Proxy se o WordPress (plataforma de terceiros aonde se hospeda este blog) assim autorizar eletronicamente.

 

ESTA CONSULTA PÚBLICA tem por OBJETO o “Turismo sobre engenhos, maquinários, edificações, e monumentos patrimoniais materiais públicos quaisquer, OUTRORA operados, trabalhados, manuseados, habitados, frequentados, ou de algum modo inequivocamente relacionados ao contexto de Escravidão e Crueldades contra Africanos, sendo exposto por município algum, como feito de etnia qualquer  não-africana, e sem quaisquer alusões às crueldades, torturas, doenças, e abusos, sofridos por esses africanos enquanto ali escravizados, e de modo a exaltar, elogiar, considerar favorável, exultar, enaltecer, vangloriar ou mencionar como fato ilustre a contribuição da etnia qualquer não-africana que os explorava como mão de obra forçada.

Anúncios

Gato Preto: Satanizado pelo Cristianismo Medieval por ser protegido pelos Paganismos Celta, Egípcio e Viking

Posted in Campanhas Sociais (Slógadh), Celtismo, Derruba esta Roma!, Imprensa, Natureza, Protestos ( Agóidí ) on 15/12/2018 by Briogáledon

Quem nunca ouviu dizer que o gato preto seria usado em bruxarias?

 

Isso é parcialmente verdade, enquanto Bruxaria seja a Stregheria, a antiga bruxaria italo-celta medieval, ou seja referência  também ao Druidismo (desaparecido no Século XII e ressurgido no Século XVIII sob Neodruidismo, hoje também há o Druidismo Reconstrutivista) , a religião original Celta, e uso seja entendido como respeito à sensitividade e intuitividade dos felinos.

Todavia o caráter pejorativo que a frase assume a senso comum, reflete um preconceito contra a Bruxaria, preconceito esse que na verdade data da Idade Média, oriundo de 2 decretos papais que listaram oficialmente o gato preto como perseguido pela Santa Inquisição, e viola a Lei Federal Brasileira 9.459/97 ao tratar justamente a religião que mais protegeu e ainda protege felinos negros em toda a Europa, a Bruxaria como se fosse capaz das atrocidades que historicamente foram perpetradas pelo Cristianismo Medieval.

Para saber mais sobre perseguição a Bruxaria:

O preconceito também pode ser associado ao Kemetismo, a antiga religião egípcia, preservado pela sincrética Stregheria em simbolismos como da deusa egípcia Bastet.

PAPAS CATÓLICOS cujos decretos induziram a perseguição aos gatos pretos:

  •  Inocêncio VIII (1432-1492)

Excerto:

“No século XV, o papa Inocêncio VIII (1432-1492) chegou a incluir o pobre animal em sua lista de perseguidos pela Inquisição, campanha assassina da Igreja católica contra supostas heresias e bruxarias. A perseguição atingiu seu auge na Inglaterra do século XVI, época de repentino aumento da população felina nas cidades. Consta que, em certa noite de 1560, em Lincolnshire, um gato preto foi ferido a pedradas. Encurralado, ele refugiou-se na casa de uma velhinha que costumava dar abrigo a gatos de rua. No dia seguinte, essa pessoa também apareceu machucada – o que fez o povo local concluir que ela era uma bruxa e o gato, seu disfarce noturno.” (Autoria: Redação Mundo Estranho, Revista Superinteressante) 

Para ler na íntegra, acesse o backup da  impressão PDF do artigo :

 

  • Gregório IX (1145-1241)

Excerto:

“Papa Gregório IX (1145-1241) será sempre lembrado em grande parte por lançar a Inquisição Papal, que daria origem a várias outras, com seus infames e letais efeitos. Quando, em 1227, subiu ao trono papal como sucessor de Honório III, havia perdido a paciência com as políticas conciliadoras de seu antecessor, que julgava responsáveis pela sobrevivência de diversas heresias – em particular o catarismo, que só teve fim em seu mandato, com o encerramento da Cruzada Albigenense que vinha desde 1209.

O papa instituiu os Decretales, que punia todos que fossem acusados de heresia. E não seriam humanos a ser vítimas da perseguição. Em 1232, o pontífice deu início a um massacre de gatos que duraria seis séculos.” (Autor: Thiago Lincolins, Revista Aventuras na História)

Para ler na íntegra, acesse o backup da  impressão PDF do artigo :

A Stregheria, ou Bruxaria Europeia, ainda existe como tal, no sentido concreto do que é realmente, uma religião xamânica, mágica e curandeira de raízes celtas e vikings, e sincrética a outros politeísmos e paganismos, mas nos anos 1950, também surgiu a Wicca.

TODAS ESSAS RELIGIÕES VÊEM NÃO APENAS O GATO PRETO, mas animais diversos, em geral felinos, cavalos, cães, lobos, aves e pássaros, como MANIFESTAÇÕES DE DIVERSAS DIVINDADES, sendo a coloração negra em geral associada com MÓRRIGAN ou MORGANA LE FAY que é uma das divindades mais admiradas e respeitadas de todo o panteão Celta, embora mitologicamente ela se associe mais aos corvos.

Para o Seidr a Antiga Religião Viking, o gato preto é relacionado à deusa Freya que tem uma biga puxada por dois gatos pretos gigantes. Então para o pessoal do Ressurgir Viking, o gato preto é sagrado okay!

Enquanto isso, o Druidismo a Antiga Religião Celta é provavelmente uma das poucas religiões do mundo a colocar um compromisso com a Natureza como uma de suas 9 metas individuais religiosas.

 

Compromisso com a Natureza – Compromisso com a Humanidade – Compromisso com a Paz – Compromisso com as Raízes – Compromisso com a Liberdade – Compromisso com a Independência – Compromisso com a Espiritualidade – Compromisso com o Conhecimento – Compromisso com a Verdade

Estes Nove Compromissos venhem complementados polas Nove Virtudes célticas: Honorabilidade, Justiça, Lealdade, Valentia, Generosidade, Hospitalidade, Humildade, Sabedoria, Eloquência.”

(Excerto do post em Língua Galega, da Irmandade Druídica Galaica)

Para a WICCA o gato é um animal intuitivo, sensitivo e muito mais preferido como companhia do quê outros animais.

 

  •  PROTETOR ANIMAL, SE VOCÊ RESGATOU UM GATO PRETO, POR FAVOR, PERGUNTE A ALGUÉM DO DRUIDISMO, DA STREGHERIA, DA WICCA, DO KEMETISMO OU DO SEIDR (RESSURGIR VIKING), e outros paganismos, se deseja o adotar? É O ÚNICO MODO DE SER TRATADO IGUAL UMA DIVINDADE!

Em respeito à Lei eleitoral mas lembrando que estamos na Califórnia: Celtas e Iberos contra o Fascismo!

Posted in Derruba esta Roma! on 13/09/2018 by Briogáledon

Lembrando que apesar do Direito Público poder ser vinculável a esta comunidade que se autodeclarou uma tribo, que tem alcance global, e possui membros seguidores brasileiros e de outras partes do mundo …. e recordando que  o endereço servidor deste blog está na Califórnia, EUA,

Automattic Inc.
60 29th Street #343
San Francisco, CA 94110
United States of America

E que o WordPress defende a Diversidade e Inclusão, e que pelas Normas do WordPress, nós poderíamos até colocar os Proto-Celtas Pictos lutando nus e tatuados e não violaria as Normas de Conteúdo Adulto,  também conforme User Guidelines,

E deixando claro que não possuímos NENHUM bem, serviço, recurso financeiro, recurso técnico nem recurso humano oriundo ou pertencente a Poder Público Brasileiro, 

E que o Nazismo associado ao Fascismopenalmente criminalizado na Lei Federal 9.459/1997 da República Federativa do Brasil, inclusive o associando a racismo e a outros preconceitos e estipulando detenção de 3 a 5 anos e multa.

E que os 9 Compromissos do Druidismo a religião originalmente identitária de Celtas são:

“Compromisso com a Natureza – Compromisso com a Humanidade – Compromisso com a Paz – Compromisso com as Raízes – Compromisso com a Liberdade – Compromisso com a Independência – Compromisso com a Espiritualidade – Compromisso com o Conhecimento – Compromisso com a Verdade” 

(Fonte: Irmandade Druídica Galaica)

interpretando que esses 9 compromissos sejam opostos ao Fascismo e ao Nazismo, e que seja um dever cidadão defender as Leis do país em que está ainda mais quando são contra racismo e preconceitos.

E lembrando que Celtas e Iberos foram e ainda são vítimas de preconceitos de crença, etnia e cultura mundo a fora.

E lembrando que o Fascismo tem uma relação Etimológica com  o Império Romano 

“O termo fascismo é derivado da palavra em latim fasces,[27] que designava um feixe de varas amarradas em volta de um machado,e que foi um símbolo do poder conferido aos magistrados na República Romana de flagelar e decapitar cidadãos desobedientes. Eram carregados por lictores e poderiam ser usados para castigo corporal e pena capital a seu próprio comando. Mussolini adotou esse símbolo para o seu partido, cujos seguidores passaram a chamar-se fascistas.O simbolismo dos fasces sugeria “a força pela união”: uma única haste é facilmente quebrada, enquanto o feixe é difícil de quebrar. Símbolos semelhantes foram desenvolvidos por diferentes movimentos fascistas. Por exemplo, o símbolo da Falange Espanhola é composto de cinco flechas unidas por uma parelha

CONCLAMAMOS que descendentes 

CELTAS E

IBEROS

VOTEM

CONTRA

O FASCISMO

E aqui vão uns trailers só pra motivar

 

E você: Sabia que a Trança não apenas é Unissex como relacionada à Guerra por Celtas, Alanos e Vikings?

Posted in Cultura e História, Derruba esta Roma!, Etnias Celtas e Íberas on 05/07/2018 by Briogáledon

A trança de cabelo, na Europa, é desde a Idade do Bronze predominante em povos guerreiros como os Celtas e os Alanos (atuais ossetas eurásicos e yázigues húngaros) e na Alta Idade Média foi amplamente usada pelos Vikings, nessas três etnias sendo usada tanto em homens quanto em mulheres, e com a função primeva de segurar o cabelo em combate para evitar que o cabelo comprido batesse nos olhos, ou reduzir o volume para elmos, e depois começou a ter estilos variados com a Arte de Tranças Celtas que é bastante variada e aqui seguem alguns tutoriais.

Essas etnias tinham conhecimento técnico para cortar cabelo e barba, mas não era, e em muitos casos ainda não é, o costume disseminado. Após as Invasões por impérios cruéis como o Império Romano, que impunham o corte de cabelo curto e a feitura completa das barbas, é possível que essa aparência tenha obtido conotação pejorativa, alguém que tivesse cabelo curto ou barba removida, poderia ser associado ao império escravista invasor Romano Antigo, o que é uma interpretação livre, mas ainda são muito comuns cabelos compridos masculinos e longas barbas nessas três etnias, e também as tranças tanto entre homens quanto em mulheres.

Garota Alana Osseta, 1883, com traje típico de origem guerreira (note o peitoral protetivo em geral em prata, também preservado pelos primos Circassianos) e trança. Após o contato com o Islam, o hijab passa a segurar o cabelo no lugar das tranças embora as tranças ainda sejam usadas por povos Alanos e primos desses.

Os ALANOS são a etnia indo-irânica que inspirou a lenda grega antiga das AMAZONAS, as mulheres alanas lutam desde mais de 3.000 anos AC (ver também Sármatas/ Sarmatians, Ossetas, Saurômatas, Saces, Sakas; e os primos : Citas, Scythians, Escitas, Kazakhs, Cossacos, Pechenegues, etc), é relativamente comum alanos contemporâneos que se considerem primos dos Celtas. Os Alanos refundaram Coimbra (após o rei alano pagão Attax/Attaces/ Addax a destruir para evitar que sua amada Cindazunda, princesa Sueva, fosse forçada a casar com outro), e Coimbra desde então traz em seu Brasão o “Leão de Atax”, e Alenquer (“Alan Kerk”, fortaleza dos alanos)  e todas as pessoas que descendem dos sobrenomes Alencar ou Alencastro descendem dos Alanos; como foram eles que introduziram a guerra a cavalo na Europa e são mais antigos que Celtas (na verdade uma mescla de povos paleolíticos, neolíticos e de invasores da Europa da Idade do Bronze como os alanos e os tocarianos), então provavelmente foram os Alanos quem levaram as tranças para a Europa, junto às botas e à luta a cavalo.

Embora o hijab tenha influenciado os véus medievais e chegado aos Celtas, o afastamento do mundo Celta frente a influências urbanas medievais ou do Mundo Persa e Árabe, parece ter preservado a Arte das Tranças.

Entre Celtas no entanto se desenvolveu uma verdadeira Arte das Tranças, havendo também muitos estilos Vikings.

Celtas:

Aqui seguem alguns tutoriais:

ALGUNS EXEMPLOS DE TRANÇAS COM NÓ CELTA 

E agora pros manos…

 

Pro pessoal do Ressurgir Viking, também usado por Celtas: apesar do parco parentesco, ambas as etnias tiveram colônias em que se mesclaram ou conviveram, embora também tenham havido pontos de conflitos:

Pro Viking de cabelo não tão grande que quiser uma trança e pro Celta que quiser copiar :

Pra mulher Viking e pra mulher Celta que quiser imitar:

Para você mulher celta ou viking que vai ter de combater usando espadas e machados e chacoalhar muito a cabeça enquanto dá golpes para decepar alguma parte do inimigo:

PALAVRAS CHAVE PARA PESQUISAR:

  • “Celtic Knot”
  • “Celtic Hairstyles”
  • “Celtic Hair Braids”

PARA SABER MAIS:

17 minutos de curso sobre ESTILOS DE CABELO CELTAS: o que um celta antigo usava ou não em seu cabelo:

Tem ancestrais italianos e se sente mal com as crueldades do Império Romano? Não se sinta! Faz tempo e você talvez nem descenda de Romanos Antigos!

Posted in Acervo Literário, Derruba esta Roma! on 25/06/2018 by Briogáledon

journal.pone.0050794.g001

Este mapa, REFERENTE A DADOS ARQUEOLÓGICOS contido no estudo Uniparental Markers of Contemporary Italian Population
Reveals Details on Its Pre-Roman Heritage (Francesca Brisighelli1,2,3., Vanesa A´ lvarez-Iglesias1, Manuel Fondevila1, Alejandro Blanco-Verea1, A´ngel Carracedo1,4, Vincenzo L. Pascali2, Cristian Capelli3, Antonio Salas1*.) deixa claro e de modo geneticamente indubitável, ainda que dados específicos possam conter erros de amostragens eventualmente, que os genes da área conhecida como Lácio,  não apenas são predominantemente J2, vinculado ao G2 como de sabido considerados Greco-Anatólios, como H, incomum entre povos europeus aos dias de hoje, exceto após as migrações de séculos 20 e 21,

Excerto: “According to archaeological records and historical documentation, Italy has been a melting point for populations of different geographical and ethnic matrices. Although Italy has been a favorite subject for numerous population genetic studies, genetic patterns have never been analyzed comprehensively, including uniparental and autosomal markers throughout the country.”

Impressões PDF:

Composição diferente da vigente, que descreve uma maioria do haplogrupo R1b, de origem atribuída aos Tocarianos, não o único vinculado aos povos Celtas e Iberos, mas um dos mais predominantes entre esses, e também entre outra etnia tribal, os Alanos.

Impressões PDF:

 

romanos minoria

Fonte: Distribution of European Y-chromosome DNA (Y-DNA) haplogroups by country in percentage  (25 de junho de 2018)

Impressão PDF:

Até hoje não sabe que o Império Romano fez crueldades?

Entre outras mais …

Gosta de Celtas? Sabia que já existiam Proto-Celtas na Itália? 

Sim, haviam os Picentes ou Sabélios e outros povos…

picentesFonte : Picentes (Sabellians) (Italics) (25 de junho de 2018)

Impressão PDF:

Sobre a Humildade…

Posted in Derruba esta Roma!, Fratria, Protestos ( Agóidí ) on 05/03/2018 by Briogáledon

Sim, sim, já vimos a Humildade, e já foi guardado na Pasta Correta no email que recebeu do membro de Briogáledon….

E já que a pessoa usou um IP britânico, talvez avisemos ao Sinn Fein. 

humildadecrista

 

Email recebido foi posterior ao Artigo :

MORALIDADE OU PRECONCEITO? Subsídios sobre Intolerância contra Religiões Celtas

MORALIDADE OU PRECONCEITO? Subsídios sobre Intolerância contra Religiões Celtas

Posted in Campanhas Sociais (Slógadh), Derruba esta Roma!, Fratria, Imprensa, Nova Lima, Protestos ( Agóidí ) on 04/03/2018 by Briogáledon

Sua MORALIDADE foi ofendida? Sua CONSCIÊNCIA RELIGIOSA foi violada?

Aqui seguem algumas seleções de Youtubes que tratam muito bem da Questão da Intolerância contra as Religiões Celtas, a saber, a Wicca, o Druidismo e o Neodruidismo.

 

PARA POLEMIZAR : Cristianismo x Paganismo

Recomendamos também a Entrevista à Irmandade Druídica Walonom que contem respostas a perguntas afins a este post:

WICCA E DRUIDISMO LUTANDO PELA MANUTENÇÃO DE SUAS IDENTIDADES :

E para fechar este artigo, REPORTAMOS QUE EXISTEM ORGANIZAÇÕES DE RELIGIÕES CELTAS como a ABRAWICCA, entre outras, que promovem a conversação pacífica entre religiões:

E também existe um DIA DO ORGULHO PAGÃO 

E existe um ENCONTRO BRASILEIRO DE DRUIDISMO 

Para você do Druidismo, Neodruidismo ou Wicca festejar seu Dezembro!

Posted in Aonde estão os Celtas?, Celtismo, Derruba esta Roma!, Fratria on 01/12/2017 by Briogáledon

Três Belas imagens para você festejar seu DEZEMBRO de modo cosmopolita e estimular a Tolerância Religiosa!

Corrigido: “Ortodoxo” Armeno

 

 

 

 

O que eu mandaria no Sarahah das Feiras Medievais!

Posted in Boicotes (Baghcat), Campanhas Sociais (Slógadh), Celtismo, Derruba esta Roma!, Fratria, Protestos ( Agóidí ) on 10/08/2017 by Gustavo Augusto Bardo

Seguem algumas críticas construtivas com base na adoção de um Ressurgir Identitário Celta e Íbero e com base na Integração Ativista a Lutas Identitárias de outras Minorias.

Falo por mim, embora acredite que muitos compartirão das minhas concepções.

Críticas Históricas:

Pergunta Crítica Irônica: _ Vai ter evento exaltando o Império Romano Escravista e o Período Colonial Escravista também? Porque exaltar períodos históricos não é exaltar somente suas partes supostamente “boas” _ o que depende do referencial Antropológico_ mas exaltar todo um conjunto de acontecimentos que incluem muitas passagens nefastas, as quais aliás foram bastante comuns na Idade Média como:

  • prima nocte (direito do nobre local ter a primeira noite de núpcias com a noiva do camponês ou vassalo local, o que nós entendemos hoje como crime de estupro);
  • Cruzadas, o historiador Amin Malouf retrata em As Cruzadas Vistas pelos Árabes um massacre em que os franj como eram chamados os Cruzados no mundo árabe, dizimaram em três dias cerca de cem mil civis na cidade de Antióquia, em 11 de dezembro de 1098. As Cruzadas serão exaltadas?
  • Santa Inquisição, será exaltada? Leia o Wiki marcado antes de pensar em exaltar essa fase da sofisticação do que hoje concebemos como crime de tortura;
  • A perseguição aos Cátaros será exaltada? Leia o Wiki marcado antes de pensar em exaltar essa fase da sofisticação do que hoje concebemos como preconceito religioso;
  • A perseguição aos Judeus será exaltada? Leia o Wiki marcado antes de pensar em exaltar essa fase da sofisticação do que hoje concebemos como preconceito religioso e racismo;
  • A perseguição às Bruxas (o que aliás é conteúdo de interesse étnico Celta) será exaltada? Leia o Wiki marcado antes de pensar em exaltar essa fase da sofisticação do que hoje concebemos como preconceito religioso;
  • O Malleus Maleficarum, manual da Tortura da Baixa Idade Média, será exaltado? Leia o Wiki marcado antes de pensar em exaltar essa fase da sofisticação do que hoje concebemos como preconceito religioso e crime de tortura;
  • O servilismo feudal, um dos regimes de trabalho análogos à escravidão, será exaltado? Leia o Wiki marcado antes de pensar em exaltar essa fase da sofisticação do que hoje concebemos como crime de trabalho compulsório;
  • Haverá exaltação da Peste Bubônica com recomendações de falta de higiene? Isso foi um dos episódios mais marcantes da Idade Média Europeia!
  • Haverão Fogueiras de Inquisição e Execuções em Patíbulos? Consta que eram parte do “entretenimento” medieval;

Críticas a Anacronismos:

Etnias que também devem fazer parte de uma boa Feira Medieval:

  • Árabes, Persas, Mouros, Bérberes e Turcos, pois a Expansão do Islam, se deu inclusive em terras europeias, na Idade Média, e tiveram marcante influência na Arquitetura Ibérica principalmente, além das contribuições da Medicina de Avicena (Ibn Sina) que foram essenciais para evitar a proliferação de doenças como própria Peste Bubônica, ao menos no mundo islamizado, de modo que um evento medieval em um país ibero-descendente não pode se furtar a tê-los representados;
  • Chineses, inclusive por suas inovações tecnológicas: os chineses tinham um lança-chamas em forma de dragão com um sistema de pistão que poderia ter gerado uma revolução industrial no Oriente se eles tivessem tido a ideia do motor; os chineses inventaram a pólvora e tiveram a brilhante ideia de prender um fogo de artifício em uma flecha, e com lançadeiras de várias disso se tornaram os precursores dos lança-mísseis já na Idade Média e invadiram a Coreia com isso! Para saber mais veja: Jiao-Yu, Cho-ko-nu, Canhão de Mão, ou leia o Huolongjing;
  • Japoneses e outros povos asiáticos: foi justamente na Alta Idade Média, que o Japão adotou o Sistema Imperial;
  • Povos Amérindios, afinal entre as Civilizações Pré-Colombianas por exemplo, é justamente na Idade Média Central, que surge a pujança da Civilização Maia, e além dos Toltecas construindo em 1300 D.C a cidade de Tula, uma das mais magníficas cidades da época, entre muitas outras civilizações, e também importante destacar os astecas e Tenochtitlán, cidade fundada em 1325, e que quando os espanhóis chegaram já no início da Idade Moderna, tinha cerca de 300 mil habitantes contra os 60 a 90 mil habitantes da cidade de Paris;
  • Povos Africanos, também precisam ser representados visto terem na Idade Média surgido reinos e impérios na África como o Reino de Mali, ou o Império de Gana, ou o Império de Axum, entre outras civilizações;
  • E embora eu não tenha um conhecimento profundo sobre as Etnias Aborígenes Oceânicas, tanto as polinésias, melanésias e micronésias quanto as australóides e papuas, ou os maoris, é certo que muitas já existiam na Idade Média, e seria interessante serem representadas também.

Crítica Antropológica

Não tenho nada contra Feiras ou Festas Medievais ou de quaisquer períodos cronológicos históricos, ou de quaisquer épocas, mas é pertinente que não sejam exaltadas e sim abordadas do ponto de vista crítico para que suas mazelas, muitas ainda presentes nas mentalidades contemporâneas, não sejam legitimadas como certas em detrimento das críticas sofridas ao longo de suas próprias histórias, bem como que sejam abordadas com a multiculturalidade que de fato tiveram, apesar das opressões e preconceitos das épocas, para que esses preconceitos não se repitam aos dias de hoje.

 

 

 

Burocracia: a Invenção do Exército Romano

Posted in Derruba esta Roma! on 08/06/2014 by Briogáledon

Uma sociedade militarizada é uma sociedade estrategicamente planejada. O critério de planejamento das sociedades, de divisão setorizada do governo em ministérios, secretarias, subsecretarias, departamentos, subdepartamentos, e um sem número de fundações, institutos, centros e núcleos subalternos, criando uma colcha de retalhos de setores, é um conceito Romano Antigo.

Nenhuma civilização do mundo criou tantas divisões em suas fases já iniciais quanto o Império Romano. Se hoje temos de ir a mil e um lugares para resolver algo que em teoria deveria ser simples, devemos isso aos Romanos Antigos, pois ao militarizarem o governo, e fazerem da Política algo Estratégico, impuseram a essa todas as regras hierarquizantes e elitistas das tropas, mas ao colocarem isso num sistema público, aonde as pessoas não necessariamente tinham a disciplina nem a punibilidade marcial dos militares, também disseminou a Corrupção. E então, extremamente difícil pelas complicações políticas e extremamente corrupto, aonde o suborno e a propina eram agentes de facilitação e aceleração na estrutura planejada e extremamente hierarquizada da burocracia Romana Antiga, essa planificação chegou até nós hoje como as Estruturas Administrativas que nos Governam que no meio do caminho receberam algumas influências Clericais, outras Medievais diversas de Celtas em especial as estruturas conciliares como juntas e conselhos e não podemos esquecer que o Tynwald ou parlamento manês dos Celtas Manx é o mais velho do mundo em atividade contínua, alterações também vindas de holandeses, de alemães, de italianos, de franceses, de portugueses em especial quando da fundação de Portugal que foi o 1º Estado Nacional Europeu após o fim do Império Romano e tinha estruturas financeiras pré-bancárias bastante complexas, alterações vindas também de espanhóis em especial quando da União Ibérica e da imposição das Reformas Toledianas permissivas da detecção da corrupção pela participação certa do executivo, e também as influências democratizantes do Iluminismo Francês, e com certeza muitas dessas alterações propiciaram uma melhora das estruturas administrativas e sim uma redução da corrupção.

Mas não há como deixar de dar o mérito ao Império Romano pela burocracia atual e também pela proliferação pública da corrupção! É um fato histórico, e foi denunciado pelo próprio império Romano, criticado por seus próprios membros.

Quando a República da Irlanda se tornou independente começamos a assistir o fim do controle pelos lordes ingleses elitistas e a gradativa criação de conselhos, pois a sociedade Celta é uma sociedade de estrutura tribal e como a maioria dos povos tribais do mundo, é assentada em conselhos e não em autoridades unitárias hierarquizadas, e assim surgem escritórios autônomos e competentes na Irlanda que por si sós já são decisórios como o escritório que protege aos usuários de internet, ou o próprio Senado Irlandês que é multiplamente representativo de eleitores, deputados, reitorias universitárias e um sem número de outras instituições tradicionais, e portanto, é extremamente conciliar como eram as óenach celtas antigas, as assembleias abertas celtas.

E quando hoje temos estruturas extremamente elitistas, centralizadoras, hierarquizantes, e com múltiplas divisões, não é por ser mais eficiente pois quem criou essa estrutura, o Império Romano, sofreu um declínio, uma decadência, um monte de crises e guerras civis e entrou em colapso, acabou, portanto não foi a eficiência que as trouxe a nós e sim o fato da Igreja Medieval ter se apossado delas, e de elas terem sido replicadas pelos Reinos Medievais, ampliadas pelas Nações Mercantilistas, e dentro de propostas semelhantes imperialistas, invasivas, escravizantes e discriminatórias, transformadas em planejamento colonizatório e depois em meio globalizador de ideologias atendendo tanto aos capitalistas quanto aos socialistas, e assim, a burocracia é estratégia militar de controle e conquista e jamais um sistema de liberdades ou justiça social.

Vejamos mais disso nesse episódio satírico, mas crítico e socialmente bem posicionado, dos celtas Gauleses Asterix e Obelix que tentam resolver um problema na administração Romana Antiga e vejam se não é um tanto semelhante ao dia a dia de cada um de vocês.

Parte I

Parte II

 

E aí? VAMOS DERRUBAR ESSA ROMA?