Preconceito em Nova Lima: ter amigos e não ser pagão?

Ceannaire de Briogáledon está de posse da postagem original, aqui será apresentado apenas um print editado em computador. Será armazenada, e poderá ir a Ministério Público em caso de novas ocorrências.

 

 

A autora, que professa uma das religiões abraâmicas, em postagem em seu Facebook, em 07 de julho de 2018, marcou amizade, outras já se encontravam bloqueadas pelo nosso ceannaire, e citou essa frase que agride as Religiões Pagãs,

“Quem tem amigos não morre pagão!”

Junto das Hashtags:

#brasilperdeu #avidacontinua

Considerando que até na Wikipédia consta:

Paganismo (do latim paganus, que significa “camponês”, “rústico”[1]) é um termo geral, normalmente usado para se referir a tradições religiosas politeístas. É usado principalmente em um contexto histórico, referindo-se à mitologia greco-romana, bem como as tradições politeístas da Europa e do Norte da África antes da cristianização.

Num sentido mais amplo, seu significado estende-se às religiões contemporâneas, que incluem a maioria das religiões orientais e as tradições indígenas da América, da Ásia Central, da Austrália e da África, bem como às religiões étnicas não-abraâmicas em geral. Definições mais estreitas não incluem nenhuma das religiões mundiais e restringem o termo às correntes locais ou rurais que não são organizadas como religiões civis. Uma característica das tradições pagãs é a ausência de proselitismo e a presença de uma mitologia viva, que explica a prática religiosa.

Na perspectiva cristã, o termo foi historicamente usado para englobar todas as religiões não-abraâmicas.[2][3] O termo “pagão” é uma adaptação cristã do “gentio” do judaísmo e, como tal, tem um viés abraâmico inerente, com todas as conotações pejorativas entre o monoteísmo ocidental,[4] comparáveis aos pagãos e infiéis também conhecidos como cafir (كافر) e mushrik no Islã. Por esta razão, etnólogos evitam o termo “paganismo”, por seus significados incertos e variados, referindo-se à fé tradicional ou histórica, preferindo categorias mais precisas, tais como o politeísmoxamanismopanteísmo ou animismo.

Desde o século XX, os termos “pagão” ou “paganismo” tornaram-se amplamente utilizados como uma auto-designação por adeptos do neopaganismo.[5] Como tal, vários estudiosos modernos têm começado a aplicar o termo de três grupos distintos de crenças: politeísmo histórico (como a mitologia celta e o paganismo nórdico), religiões indígenas, folclóricas e étnicas (como a religião tradicional chinesa e as religiões tradicionais africanas) e o neopaganismo (como a wicca, o reconstrucionismo helénico e o neopaganismo germânico).”

Testemunhos de Pagãos

 

 

 

APROVEITAMOS PARA AGRADECER ESSA “IGREJA EVANGÉLICA ALIANÇA FIEL” por NÃO PROMOVER a ignorância, se você for cristão, assista aqui, que não está incorporável e não deve gerar preview, mas basta clicarem para assistir:

“O que é pagão” na perspectiva da Igreja Evangélica Aliança Fiel,

https://www.youtube.com/watch?v=jgi-_NcYyJA 

 

Acesse novamente nossos artigos anteriores:

 

Perguntamos:

  • Qual a relação entre “ter amigos” e não morrer adepto de religiões como Wicca, Neodruidismo, Stregheria, Kemetismo, Seidr, e de outros paganismos?
  • Qual a relação entre o paganismo e o Brasil perder algo em 07 de julho de 2018?

Adendos:

Legislação:

  • Internacional : A Resolução 47/ 135 da ONU assegura os direitos das minorias, inclusive das religiosas;
  • Internacional: A Convenção 169 da OIT assegura os direitos dos povos indígenas e também dos povos tribais, o que inclui suas religiões originárias;
  • Nacional: A Lei Federal 9.459/97 dispõe sobre “discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional” e prescreve “Pena: reclusão de um a três anos e multa”;
  • Nacional: a CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL considera em seu Art. 5º ” VI – é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;”  e veda o uso da própria religião como argumentação contrária às leis ” VIII – ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;”

Para romper o preconceito e melhorar seu entendimento sobre SER PAGÃO copiamos e colamos essa lista de páginas e sites:

Vão algumas páginas que se consideram pagãs:
Entre outras muitas…
Além de covens, irmandades, clãs e groves diversos aqui seguem algumas:
Entre outras muitas…
OU UMA FEDERAÇÃO MUNDIAL DE IRMANDADES DRUÍDICAS
https://web.facebook.com/DruidsFellowship
E UMA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE WICCA
https://web.facebook.com/abranacional/ 
… por exemplo
QUANTO A PAGÃOS TEREM AMIGOS, se não bastarem todos os subsídios deste artigo e outros que podem vir desses, saiba: 
  • Que o Druidismo, religião declaradamente pagã, por exemplo, foi reconhecido como religião protegida pelo REINO UNIDO, em 2010 e é crença sob a proteção da Rainha Elizabeth desde então,https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2010/10/101002_druidas_pai
  • Que embora seja oficialmente anglicana, a Rainha Elizabeth respeita tanto a religião dos Celtas, povos originários nas Ilhas Britânicas, que se iniciou como bardo numa ordem druídica quando ainda era princesa;

 

PORTANTO quem tem amigos pagãos, talvez um dia até tenha tropas britânicas em seu apoio! 

Anúncios

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: