Proposta Celta de Casa-Ofício para Autonomia Social Popular

Apresentamos aqui aos moldes de uma Reivindicação Social, este modelo essencial da Casa-Ofício para Autonomia Social Popular, indiretamente baseado no funcionamento das antigas tribos Celtas, em que o lar que precisar ser cômodo para uma família mono-nuclear está necessariamente associado a alternativas de renda, seja pelo trabalho com um veículo (garagem), seja pelo ofício em um espaço (loja para comércio ou serviço próprio), seja pela locação de espaço de renda (garagem ou loja), seja por produção própria (horta, para sustentou ou venda, ou venda de subproduto manufaturado na loja), permitindo à família de Baixa-Renda vários benefícios:

  • Estar próxima do próprio trabalho, aumentando sua sensação de segurança, seja trabalhando na própria residência, seja nas dos vizinhos com seus próprios ofícios;
  • Possuir alternativa de renda pela locação de espaço de renda porventura sem uso num dado momento;
  • Criação de interações sociais que favoreçam um mercado autônomo local, com comércio, serviços e empregos locais, rompendo parte da dependência com outras parcelas da urbe, permitindo o crescimento próprio da comunidade, aumentando sua sensação de segurança ao reduzir os deslocamentos, criando uma interação mais próxima da comunidade que passa a ser moradora, contratante e contratada, vendedora e cliente, em si mesma.

Para convergir essas vantagens em benefícios que regressem ao lar, praças e outros espaços de lazer, ou cultura, com jogos (amarelinha, por exemplo, mesas fixas para xadrez ou damas etc), brinquedos (de parque ou praça), máquinas de ginástica (de praças), ciclovia e via de cooper, pista de skate e outros lazeres para ar-livre e fixos, possam reverter a presença da comunidade na própria localidade em sensação de bem-estar que poderá regressar para o lar como saúdes física e emocional, ou ao menos potencializar esse bem-estar, que volta aos ofícios, criando um aumento da sensação de segurança.

Obviamente que policiamento comunitário solidário, posto de saúde local, e escola próxima munida de biblioteca viriam a agregar mais autonomia ainda e podem ser inclusas, mas a ideia essencial se assenta na possibilidade de quem mora poder trabalhar de sustento próprio ou ter outra opção como a locação a terceiro de seu espaço, podendo esse terceiro ser da comunidade ou de fora dela, criando porta de entrada ao capital externo.

O uso de energias sustentáveis e de conceitos de permacultura viriam a reduzir custos operacionais com as edificações e áreas de lazer, favorecendo a preservação do meio-ambiente e também a economia.

Este não é um projeto urbano, mas sim uma reivindicação de mudança do conceito de História da Cidade e de Antropologia Social por detrás dos programas de bairros populares.

Segue o nosso diagrama, sendo este artigo registrado eletronicamente em Licença Creative Commons, e a idéia de livre compartilhamento desde que se preserve a autoria da fonte, sendo proibido seu uso comercial ou alterações sem autorizações prévias.

Nesse conceito o ideal seria que apenas a parcela de ofício possa ser locada, mas o direito de locar ou vender a parte residencial seja restrito a determinado prazo de anos a ser pensado para cada comunidade com base nas características de crescimento populacional, e migrações, não sendo ideal sua proibição, pois aqui se está sugerindo uma comunidade dinâmica, e a vida social é dinâmica, pessoas nascem, crescem e morrem, um dia a casa poderá ser pequena ou mesmo deixar de ser objetivo de vida, mas é interessante que o prazo de restrição seja suficiente para a criação de elos comunitários.

sistemas-conceituais-MARCA(para ampliar clique na imagem)

Licença Creative Commons
O trabalho Proposta Celta de Casa-Ofício para Autonomia Social Popular de Briogáledon está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em https://briogaledon.wordpress.com/.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://briogaledon.wordpress.com/faleconosco/.

Anúncios

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: